Codese promove reuniões com entidades e vereadores

Publicado em 26/02/2019 às 16h10

A equipe que está formando o Codese (Conselho de Desenvolvimento Econômico, Sustentável e Estratégico) de Rolândia realizará três reuniões na próxima quinta (28). Às 10 da manhã e às 18h30, as reuniões serão com entidades, instituições e clubes de serviço no auditório da ACIR. Haverá ainda uma reunião na Câmara, às 16h, exclusivamente para os vereadores. 

A consultora Marcia Santin, que está assessorando a formação do conselho desde novembro, está confirmada para guiar os encontros, assim como o restante do processo. “Ela vai falar sobre a importância e dando exemplos de como mudou o município após a criação do conselho, a atuação dele dentro das cidades”, explicou Márcio Lopes, presidente da ACIR,

 
Enquanto isso, o projeto de lei que cria o Codese está sendo redigido pelo Jurídico da Prefeitura. A expectativa é que nas próximas semanas, ele chegue ao Legislativo e entre em votação na Câmara. O Codese ainda está programando um workshop com Márcia entre março e abril para o público da sociedade civil, empresários e poder público envolvidos no conselho.

De acordo com o presidente da ACIR, o conselho vem de encontro com as necessidades da sociedade civil, que já tinham planejamentos e ideias em suas comunidades e que agora serão abarcados no conselho que poderá contribuir efetivamente para o desenvolvimento do município. Desde meados de abril de 2018, o Codese vem sendo estudado dentro da ACIR.

Composição do Codese 
 
Uma vez aprovada a criação do conselho, a plenária terá 21 membros. Cinco serão indicados pelo poder público (Executivo e Legislativo), mais cinco para a área empresarial (via ACIR), duas vagas para instituições privadas de ensino superior e médio, uma vaga para entidades profissionais (OAB, associação de engenheiros e arquitetos e associações culturais, por exemplo), três vagas para clubes de serviço e loja maçônica e três vagas para entidades religiosas. Um membro também será da Federação das Indústrias do Paraná (FIEP) e do Sebrae, para fazer uma ponte com os órgãos. 

A partir destes 21 membros, será eleita uma mesa diretora. O Codese ainda está estudando formas de conseguir recursos para contratar uma diretoria executiva. Podem ser formadas através do Codese, câmaras técnicas a partir do que o município precisar nas mais diversas áreas: educação, segurança, meio ambiente e muitas outras. Elas serão formadas por técnicos com conhecimento na área e terão duração limitada de acordo com a necessidade constatada. Com a implantação do Conselho, Rolândia se tornará pioneira nessa iniciativa na região metropolitana de Londrina. A implantação segue modelos de outros conselhos consolidados no país.
 
Fonte: Jornal de Rolândia

Enviar comentário

voltar para Notícias

left tsN fwR uppercase show|left tsN fwR uppercase bsd b01s|left fwR uppercase show bsd b01s|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd c10|fsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase b01 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase bsd b01|content-inner||