Cooperativa inaugura nova Unidade Industrial de Milho

Publicado em 27/10/2015 às 17h51

A Cooperativa Integrada vai inaugurar nesta quarta-feira (28/10), às 14h, em Andirá (PR), uma das mais modernas plantas industriais do Brasil para processamento de milho. Com investimentos de R$ 100 milhões, a nova Unidade Industrial de Milho (UIM) foi projetada com o que existe de mais moderno em equipamentos e tecnologia para produção de derivados de milho no país. A cerimônia de inauguração contará com a presença do Governador do Paraná, Beto Richa, do secretário da Agricultura e do Abastecimento, Norberto Ortigara, de toda diretoria da Cooperativa Integrada e da Organização das Cooperativas do Paraná (Ocepar), além de lideranças políticas da região, clientes da indústria e agricultores associados de toda área de atuação da cooperativa.

“A Integrada é pioneira na verticalização da cadeia do milho no Paraná. Os investimentos em agroindustrialização fazem parte do nosso planejamento estratégico, que busca agregar valor aos produtos dos associados e diversificar as receitas da cooperativa”, explica o presidente da Integrada, Jorge Hashimoto.

Os produtos da UIM são utilizados em diversos setores da indústria de alimentos e bebidas, como cereal matinal, cervejaria, panificação, biscoitos, massas, gorduras vegetais, rações e até mesmo na mineração e na produção de papel. Com a conclusão das obras, a nova indústria terá condições de atender com mais eficiência a demanda das empresas nacionais e multinacionais de produtos alimentícios.

A nova UIM foi construída em virtude das limitações estruturais da antiga unidade, que tinha capacidade de produção limitada e não estava conseguindo atender a demanda. Na nova unidade, a capacidade de produção poderá praticamente dobrar, passando das 150 mil toneladas anuais para até 360 mil toneladas de derivados de milho por ano. No entanto, a indústria conta com capacidade estrutural para superar essa meta e chegar a produção de 400 mil toneladas anuais.

“Vamos elaborar produtos com alto padrão de qualidade, visando aumentar nossa participação no mercado interno a ainda buscar novos clientes fora do país”, explica o gerente da Unidade Industrial de Milho, Aldo Alves.

Com excelência em segurança alimentar e ambiental, a unidade promete inaugurar um novo conceito para produção de derivados de milho no país. O projeto foi elaborado com alta tecnologia e foram planejados prédios funcionais, que atendem a todas as exigências das legislações vigentes para indústrias de alimentos.

Construído em uma área de 340 mil metros quadrados, o complexo industrial conta com cinco silos de concreto e três prédios onde vão funcionar os setores de moagem de milho, produção de amido, armazenamento e expedição. O mais alto deles, onde funcionará o setor de moagem, tem 45 metros de altura, o equivalente a um edifício residencial de 15 andares.

“A matéria prima vai passar por silos herméticos de concreto, que serão totalmente vedados. Não vai haver nenhum contato manual com os produtos e todos os ambientes serão isolados para evitar qualquer tipo de contaminação”, explica o gerente da Qualidade e Produção, Glauco Tironi Garcia.

Na nova planta, foram construídos ainda dois laboratórios para atestar a qualidade e a segurança alimentar em todos os níveis de produção. Esses laboratórios farão todas as análises necessárias para garantir a máxima qualidade dos produtos.

Um moderno sistema de controle de passivos ambientais também foi instalado. Todos resíduos sólidos, líquidos ou gasosos gerados no processo industrial serão tratados antes de serem lançados no ambiente. Além da Estação para Tratamento de Efluentes, a nova indústria contará com sistema de reaproveitamento de águas pluviais, além do controle de emissões de gases e redução das emissões de ruídos.

A rastreabilidade da produção é hoje um dos principais focos das indústrias de alimentos. Esse é um dos diferenciais da nova UIM, já que a Integrada é responsável por todo o processo produtivo, da produção no campo até a entrega do produto final. Ou seja, a cooperativa terá o conhecimento de todo o processo produtivo, desde o acompanhamento técnico da lavoura do produtor que cultiva o milho até a indústria que processa o alimento para a mesa do consumidor final.

Localizada em região com abundante matéria-prima, a indústria vai processar grande parte da produção dos associados dos municípios do norte do Paraná. “Teremos informações sobre todo o processo, desde a semente plantada até o produto final”, explica o gerente da UIM, Aldo Alves. A nova UIM conta com localização estratégica. Construída em Andirá, às margens da BR 369, a indústria está situada próxima da divisa com o estado de São Paulo e com facilidade de acesso para a região Sudeste do Brasil, onde estão 80% dos clientes.

 

Fonte: Integrada

Categoria: Agronegócio, Emprego, Indústria, Investimento, Paraná

Enviar comentário

voltar para Notícias

left tsN fwR uppercase show|left tsN fwR uppercase bsd b01s|left fwR uppercase show bsd b01s|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd c10|fsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase b01 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase bsd b01|content-inner||