Expolondrina 2018 supera meta e cresce 20% em relação a 2017

Publicado em 03/05/2018 às 17h23

A movimentação financeira da 58ª Exposição Agropecuária e Industrial de Londrina superou todas as expectativas da diretoria da Sociedade Rural do Paraná, entidade organizadora do evento, alcançando R$ 684 milhões, um aumento de 20% em relação a 2017. E um número de visitantes de 557.372 – ano passado foram 556 mil. 

Máquinas e implementos - A edição deste ano foi uma das mais significativas em propostas de financiamentos para máquinas e implementos agrícolas da história da ExpoLondrina, informa o presidente da SRP. De acordo com levantamento preliminar realizado pelas sete instituições financeiras presentes na feira, foram acolhidas propostas de financiamento rural que totalizam cerca de R$ 416 milhões.

Movimento - As doze concessionárias presentes também registraram grande movimento em seus estandes. Ao todo, foram comercializados cerca de 1.000 veículos.

Economia - Mas não é só. “A ExpoLondrina movimenta a economia de toda a cidade e região. Só em empregos diretos e indiretos, são criados aproximadamente 7.581, a grande maioria é de pessoas daqui da nossa cidade e da região; geramos e pagamos alta soma de impostos à prefeitura de Londrina e a órgãos federais e, principalmente, produzimos e divulgamos notícias positivas e promovemos lazer à sociedade”, analisa Brandão.

Novidade - Uma das novidades deste ano foi a realização do Rodeio com marca própria: Rodeio ExpoLondrina 2018. “Foi um evento excelente, que referendou os mais de 50 anos de tradição da exposição na realização de rodeios”, comentou Brandão. O evento teve parceria entre a SRP e a Bolfer Evento.

Instituições financeiras - Os bancos públicos, privados e cooperativas de crédito presentes à ExpoLondrina conseguiram atingir suas metas e atender seus clientes e associados durante os 11 dias de ExpoLondrina. Juntos, acolheram mais de R$ 400 milhões em projetos de financiamento rural, além de fortalecer o relacionamento com seus públicos. 

BRDE - O BRDE disponibilizou linhas de financiamento para os diversos setores ligados à cadeia do agronegócio, como armazenagem, pecuária de corte, avicultura, suinocultura, florestas e aquisição de máquinas e equipamentos agrícolas e assinou contratos com produtores rurais o valor de R$ 43,5 milhões, com a presença  do diretor de Operações do Banco, João Luiz Regiani.

 “A liberação desses recursos reflete a trajetória do BRDE como banco de fomento à economia e indutor da geração de emprego e renda e a busca por novas fontes de recursos para ampliar ainda mais os seus serviços”, afirmou o diretor. 

Banco do Brasil - O Banco do Brasil acolheu propostas da ordem de R$ 220 milhões, sendo que quatro dias antes do término da feira já havia aprovado R$ 40 milhões em linhas de créditos. “Os financiamentos oferecidos reafirmam o compromisso que temos com a agricultura paranaense. Basta lembrar que temos participação de 65% no mercado agro”, frisou Marcelo Palhano, superintendente do banco no Paraná. 

Sicoob Norte do Paraná - A cooperativa de crédito Sicoob Norte do Paraná terminou a feira com movimentação de R$ 25 milhões em produtos e serviços ofertados ao produtor rural e público em geral. Este é terceiro ano consecutivo de participação do Sicoob na exposição com estande e ampla carteira de negócios.

Consórcios - Destaques no estande foram as negociações de consórcios e os financiamentos de camionetes. Foram prospectados 228 negócios entre financiamentos em geral, abertura de contas, consórcio, cobrança e a Sipag, maquininha de crédito do Sicoob. Segundo o gerente de crédito rural da cooperativa, João Bernardeli, este ano houve uma retração na procura devido ao Banco Central ter acenado com a possibilidade de queda nos juros, gerando expectativa.

Negócios fechados - A instituição financeira cooperativa Sicredi União PR/SP também chegou ao final da 58ª Exposição Agropecuária e Industrial de Londrina com muitos negócios fechados, outros encaminhados e, especialmente, com um amplo trabalho de aproximação e prospecção de associados.

Levantamento preliminar - De acordo com levantamento preliminar, a cooperativa liberou cerca de R$ 21 milhões em financiamento para máquinas, implementos, veículos e crédito rural durante a exposição. Segundo David Conchon, gerente Regional de Desenvolvimento, este ano a equipe da Sicredi União que esteve no Parque Ney Braga realizou um trabalho bastante focado no agronegócio. “O resultado, para nós, foi excelente.Obtivemos os resultados projetados, além da exposição da nossa marca”, disse.

Apoio - A cooperativa apoiou todos os eventos realizados pela Emater; patrocinou grandes eventos, como o Fórum do Agronegócio; e participou de todas as excursões do projeto Expô no Campo, que levou produtores para conhecer  propriedades tecnicamente avançadas, localizadas na região.

Primeira vez - A cooperativa de crédito Cresol participou pela primeira vez da ExpoLondrina e, segundo o gerente geral Ricardo Garcia, a avaliação foi bastante positiva. “O objetivo não era negócios e sim apresentar a marca Cresol para o público. Em negócios, acolhemos propostas em torno de R$ 7 milhões, que estão em liberação. E foi surpreendente o número de pessoas que atendemos e para as quais pudemos apresentar a marca Cresol”, disse.

Hackathon 2018 - Três projetos aliando tecnologia e soluções voltadas para o agronegócio foram premiados na final do 3º Hackathon  Smart  Agro realizado na Exposição Agropecuária e Industrial de Londrina. Foram mais de 40 horas de trabalho no Pavilhão Smart , onde os participantes se concentraram para desenvolver e dar ao menos um start numa nova ideia.

Vencedoras - O primeiro lugar foi para a equipe Digi Safra, formada somente por mulheres; em segundo lugar ficou a equipe Ox Fat e em terceiro, a Rex 9. As startups vencedoras, entre outras participantes, poderão ser aceleradas pela Go Valley SRP, a exemplo do que ocorreu com as selecionadas no pós Hackathon do ano passado. Com isso, poderão receber aporte financeiro, mentorias, entre outros benefícios.

Projetos - Foram 16 projetos inscritos e cerca de 70 participantes de 14 cidades, comprometidos e engajados em apresentar  inovação e acelerar  a criação de novos produtos e conceitos. Deram suporte ao evento 60 mentores de 40 entidades.

Próxima edição - A 59ª Exposição Agropecuária e Industrial de Londrina será realizada de 4 a 14 de abril de 2019. A 58ª edição foi realizada entre 5 e 15 de abril e teve como slogan “Paixão em Pensar à frente. O Agro nos move”.

 

Fonte: Assessoria de Imprensa SRP

Enviar comentário

voltar para Notícias

left tsN fwR uppercase show|left tsN fwR uppercase bsd b01s|left fwR uppercase show bsd b01s|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd c10|fsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase b01 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase bsd b01|content-inner||