Maringá é destaque no uso de recursos da TI

Publicado em 22/01/2016 às 12h03

Localizado no Noroeste do Paraná e com quase 400 mil habitantes, Maringá vem ganhando destaque nacional pelo uso inteligente das tecnologias na administração pública. Lá, sistemas dão acesso a informações geoprocessadas, agendamento de consultas via internet e agilizam ainda, por exemplo, a emissão em tempo recorde de alvarás para construções. Não à toa, o município, que no mês de abril sediará o I Fórum de Cidades Digitais do Noroeste justamente para fomentar ações do gênero nos municípios da região, foi reconhecido em uma pesquisa publicada pela Revista Exame como a 16° cidade mais inteligente do país.

Entre as iniciativas, dois sistemas implantados no município, nas áreas de Construção Civil e Saúde, são referências e contribuem também para Maringá ser a segunda cidade mais inteligente do Estado, conforme o mesmo levantamento, ficando atrás apenas da capital Curitiba.

Implantado há dois anos em Maringá, sob a consulta dos conselhos municipais de classe de Engenharia e Arquitetura, o Agiliza Obras diminui a burocracia e acelera a emissão de alvarás de construção. Segundo o Secretário de Planejamento de Maringá, Laércio Barbão, assim que recebido, os aspectos urbanísticos do projeto são analisados em ambiente digital e, desde que atendam as exigências da prefeitura, o alvará pode ser emitido em até uma semana. Anteriormente, um projeto nas mesmas condições poderia levar até cinco meses para ser revisado e liberado.

“O Agiliza Obras veio de encontro à valorização dos profissionais porque o trabalho deles é simplificado. Só no último ano, a Prefeitura de Maringá recebeu e tramitou o processo de liberação de 15 mil projetos através do Agiliza Obras. Nesse ano estamos esperando a aprovação de uma legislação que permitirá levar o sistema para a aprovação de grandes edificações”, informa o secretário.

Outro destaque do município fica com o sistema de saúde informatizado que interliga as unidades via fibra óptica e que permitiu a implantação do prontuário eletrônico. O Portal Saúde Maringá – lançado em 2014 - disponibiliza o acesso a resultados de exames, carteira de vacinação e histórico médico de pacientes.

“Os munícipes também podem agendar consultas e exames por meio do portal online, reduzindo a espera. Uma consequência deste investimento na saúde é que o número de atendimentos da saúde pública em Maringá aumentou e se tornou superior aos números da rede privada”, conta o secretário de Tecnologia da Informação, Luiz Neme.

Segurança 24h - O município possui câmeras de monitoramento urbano, que são acompanhadas pela Guarda Municipal em uma central de controle, 24 horas por dia, sete dias por semana. Segundo dados da SETRANS, secretaria responsável pelas câmeras, hoje já estão instaladas 59 câmeras e está planejada a instalação de outros 13 pontos de monitoramento no início deste ano.

Internet Gratuita – Na área de inclusão digital, foi colocado em 2015, em fase de testes, um ponto de distribuição de sinal gratuito de Wi-fi no terminal rodoviário de Maringá. No momento, o município recolhe dados do período e faz o levantamento das necessidades tecnológicas para a implantação definitiva do projeto. De acordo com o secretário de TI, dentro de um mês será publicado um edital de registro de preços, visando à contratação de uma empresa responsável por manter a distribuição do sinal de Wi-fi em um determinado número de pontos. 

Fórum de Cidades Digitais – Com o intuito de fomentar o uso das tecnologias na região, será realizado em Maringá, no dia 14 de Abril, o I Fórum de Cidades Digitais do Noroeste Paranaense. O evento é organizado pela Rede Cidade Digital, em parceria com a Prefeitura Municipal e a Associação dos Municípios do Setentrião Paranaense (AMUSEP), com o objetivo de reunir prefeitos, gestores, empresários, vereadores e todos os interessados para tratar de iniciativas que aprimorem os serviços públicos nos municípios.

O prefeito de Maringá, Carlos Roberto Pupin, ressaltou a importância do evento para o fomento das cidades digitais e inteligentes no Noroeste. “É muito importante promover este tipo de evento para os municípios. Nós, gestores públicos, temos que procurar sempre alternativas para facilitar e melhorar a vida da população. Maringá sempre está procurando participar de eventos, fóruns e congressos buscando alternativas para acelerar a melhoria do atendimento”.

As inscrições para o I Fórum de Cidades Digitais do Noroeste Paranaense são gratuitas para servidores públicos e devem ser feitas pelo http://forum.redecidadedigital.com.br/maringa/

 

Fonte: Rede Cidade Digital

Categoria: Cidades Digitais, Investimento, Norte do Paraná, Paraná, TIC

Enviar comentário

voltar para Notícias

left tsN fwR uppercase show|left tsN fwR uppercase bsd b01s|left fwR uppercase show bsd b01s|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd c10|fsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase b01 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase bsd b01|content-inner||