PR: Cooperativas esperam fechar ano com movimentação de R$50 bi

Publicado em 10/12/2014 às 11h49

O cooperativismo paranaense está chegando ao final de 2014 com a expectativa de alcançar pouco mais de 10% de crescimento no ano. “A participação ativa das sociedades cooperativas na economia estadual, com forte geração de emprego e renda, está refletida em sua movimentação econômica, que deve superar os R$ 50 bilhões no ano que se encerra. É um valor que supera o orçamento de 23 estados brasileiros”, afirmou o presidente do Sistema Ocepar, João Paulo Koslovski, que apresentou um balanço preliminar dos resultados alcançados pelas cooperativas do Paraná, durante a abertura do Encontro Estadual de Cooperativistas Paranaenses, na manhã desta sexta-feira (05/12), no grande auditório do Teatro Positivo, em Curitiba.

Desempenho

Koslovski começou seu discurso lembrando que o cooperativismo do Paraná vinha expandindo a uma média de 16,5% ao ano, mas diversos fatores influenciaram no desempenho deste exercício. “Estamos terminando um ano com dificuldades econômicas em diferentes continentes, aliadas à volta da inflação e à deterioração de alguns fundamentos da política econômica. Somado a isso, algumas commodities estão apresentando queda de preços. Juntas, essas ocorrências acabaram por influenciar no crescimento contínuo e sistemático que vínhamos experimentando nos últimos cinco anos”, acrescentou. Apesar disso, ele lembrou que 2014 foi de muito trabalho para o setor, que conseguiu obter bons resultados para os cooperados.

Participação

Atualmente há 228 cooperativas registradas no Sistema Ocepar e que atuam em dez diferentes ramos: agropecuário, crédito, saúde, consumo, habitacional, educacional, infraestrutura, turismo e lazer, trabalho e transporte. O setor emprega diretamente quase 80 mil pessoas e gera 2,2 milhões de postos de trabalho. Koslovski destacou que o cooperativismo paranaense tem participação significativa na arrecadação de tributos. “Em 2014, foram mais de R$ 1,3 bilhão recolhidos aos cofres públicos, contribuindo com os governos no custeio de suas ações junto à sociedade”, disse. Ainda de acordo com ele, o trabalho realizado pelo cooperativismo beneficia mais de um milhão de cooperados e mais de 30% da população paranaense é abrigada pelas ações das cooperativas. 

Exportações e investimentos

As cooperativas do ramo agropecuário devem concluir o ano contabilizando cerca de US$ 2,3 bilhões em exportações. Esse segmento responde por 56% do PIB agropecuário do Paraná. “É muito difícil imaginar a agropecuária paranaense sem as cooperativas, pela expressão e participação que detém em nossa economia”, afirmou. O presidente do Sistema Ocepar chamou ainda a atenção para o valor em investimentos, que atingiram mais de R$ 2,8 bilhões, com 60% desse total destinado ao processo de agroindustrialização. “Transformar matérias-primas recebidas dos cooperados em produtos processados e industrializados é um dos desafios do cooperativismo. Hoje, cerca de 48% da produção dos cooperados passa por algum tipo de transformação. Queremos chegar a 50% em 2015, para agregar valor e permitir mais estabilidade de renda ao cooperado”, frisou.

 

Fonte: Paranacooperativo

Categoria: Agronegócio, Cenário Macroeconômico, Norte do Paraná
Tags: Agronegócio

Enviar comentário

voltar para Notícias

left tsN fwR uppercase show|left tsN fwR uppercase bsd b01s|left fwR uppercase show bsd b01s|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd c10|fsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase b01 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase bsd b01|content-inner||