Tour debate comércio exterior em Londrina dia 18 de outubro

Publicado em 05/10/2018 às 15h24

Londrina receberá, no dia 18 de outubro, o 2º Tour Movimento Inteligente. O evento terá um representante do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), de empresas e consultorias especializadas.

O Tour ocorrerá na Associação Comercial e Industrial de Londrina (ACIL), das 8 até meio-dia e representa uma oportunidade única para debater as mudanças e as novidades do comércio exterior brasileiro e terá o apoio da Agência Terra Roxa e da Freitas Inteligência.

Londrina é uma cidade-chave para o comércio exterior do Brasil, de forma geral, e do Paraná, de forma muito particular. A capacitação e o alinhamento com as tendências do segmento são fundamentais para aumentar, ainda mais, a participação das empresas de toda a região no boom que estamos prevendo para o comércio exterior do País nos próximos cinco anos”, indica Márcio Freitas, da Freitas Inteligência.

 

Palestra MDIC

A programação do encontro terá como destaque a palestra de Marcos José Martins Claro, representante do MDIC, sobre os "Aspectos Operacionais do Drawback".

O drawback é um regime aduaneiro especial para apoiar a competitividade, dos produtos brasileiros no exterior.A ideia é reduzir os custos de produção no País e incentivar as indústrias brasileiras a ganharem espaço no mercado global, com preços competitivos. 

Segundo o Governo, a importância do Drawback é tamanha para a economia do país que, na média dos últimos anos, correspondeu a 29% de todo benefício fiscal concedido pela União.

 

Custo Brasil

Convidado para falar sobre gerenciamento de risco, o diretor comercial da Opentech Diego Gonçalves lembra que o nível de periculosidade no transporte de mercadorias nas estradas brasileiras é equivalente ao de países em situação de guerra. Por isso, a prevenção e o gerenciamento dos riscos tornam-se fundamentais às operações das empresas envolvidas na cadeia logística.

“As estatísticas de roubo de cargas não param de crescer e os custos com logística no Brasil subiram R$ 15,5 bilhões entre 2015 e 2017 segundo estudo da Fundação Dom Cabral. A boa notícia é que, em função da insegurança nas estradas, somos um dos países mais bem preparados e com a melhor tecnologia para lidar com o problema”, diz.

 

OEA

Haverá também palestra  sobre o Operador Econômico Autorizado (OEA) e Gerenciamento de Riscos, com o diretor comercial da Freitas Inteligência, Marcio Freitas, e o diretor comercial da Opentech Gestão de Riscos e Logística, Diego Gonçalves.

O programa OEA é uma resposta pela busca por maior segurança, agilidade e redução de custos no comércio internacional.A certificação OEA é a garantia de que uma empresa apresenta baixo risco em suas operações logísticas e cumpre todas as obrigações tributárias e aduaneiras.

Ele explica que o evento foi desenhado para apoiar as empresas de Londrina a inserirem-se no comércio exterior. “O Programa OEA abre uma nova frente para elevar o compliance das empresas brasileiras e melhorar seu relacionamento comercial com parceiros globais”, indica Márcio Freitas.

A certificação, é importante lembrar, contempla toda a cadeia logística - importador, transportador, despachante aduaneiro, depositário de mercadoria sob controle aduaneiro, exportador, agente de carga, operador portuário ou aeroportuário e exportador, por isso, traz ao comércio exterior um ambiente mais seguro, eficiente e competitivo.

Entre os principais benefícios do OEA são os de proporcionar maior agilidade e previsibilidade no fluxo do comércio exterior; implementar a modernização da Aduana; intensificar a harmonização dos processos de trabalho com outros órgãos regulatórios do comércio exterior, entre outros.

 

Debate

Na sequência, haverá uma mesa redonda com representantes de grandes empresas exportadoras e importadoras, como BRF, dona de marcas como Sadia e Perdigão, e a francesa Faurecia, sexta maior fabricante de peças automotivas do mundo, para debater os principais problemas para impulsionar o comércio exterior brasileiro. Marcos José Martins Claro, representante do MDIC, e um especialista da Freitas Inteligência também participarão do debate.

 

Inscrições

Mais informações e inscrições podem ser feitas neste link. O valor da inscrição é de R$ 30,00. Todo o valor será revertido em doação para o Lar dos Vovôs e Vovózinhas, que auxilia os idosos da região.

Enviar comentário

voltar para Notícias

left tsN fwR uppercase show|left tsN fwR uppercase bsd b01s|left fwR uppercase show bsd b01s|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd c10|fsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase b01 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase bsd b01|content-inner||