Newsletter Julho/2019 – Visitante israelense conhece o ecossistema de inovação da região e tem ótima impressão, Metrópole Paraná Norte e muito mais!

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Newsletter Terra Roxa
Terra Roxa Investimentos

Número 92 – Julho de 2019

Visitante israelense conhece o ecossistema de inovação da região e tem ótima impressão

Para o consultor, mais capital inovador para manutenção dos projetos é o principal ponto a ser melhorado  Oren Gershtein esteve em Maringá em 28 de junho a convite do presidente do Sicoob Metropolitano, Luiz Ajita, para falar sobre desenvolvimento de ecossistemas inovadores, a partir de ferramentas e lições aprendidas na transformação tecnológica pela qual passou Israel, seu país de origem.

Em sua fala, Oren mostrou como negócios de inovação podem ser desenvolvidos, se aliados a políticas públicas que visem a inovação e parcerias estratégicas também com entes privados. Após conhecer a região e ouvir a apresentação feita pela Agência Terra Roxa, mostrou-se satisfeito e seu parecer é de que a estrutura organizada já existente na região supera alguns países, como Chile e outros da América Latina.

Há universidades que formam recursos humanos e desenvolvem pesquisas importantes para setores atuantes na região, poder público sensibilizado para questões de inovação e instituições que atuam no sentido de fortalecer alianças e buscar novas parcerias. Além de boa infraestrutura – transporte e serviços – e casos de sucesso que já atestam a capacidade encontrada na região para novos negócios.

 O quesito que deve ser melhorado, segundo Oren, é o capital para manter projetos de inovação e os investimentos de risco nas startups, permitindo assim a evolução constante de pesquisas e avanços para o surgimento de soluções que causem impacto em toda a sociedade, ganhem a escala esperada e que tenham ótima valoração pelo mercado.

Metrópole Paraná Norte

A Oficina de Cenários foi mais uma etapa técnica do Plano da Metrópole Paraná Norte, realizada em Apucarana, em 27 de junho. Após vencidas as fases de coleta de informações e diagnóstico da realidade encontrada, eixos estratégicos foram apresentados para que o um novo patamar de desenvolvimento na região possa ser alcançado, pensando em transpor prováveis limites que o modelo atual já apresenta.

 Os 6 eixos estratégicos elencados: Dimensão Econômica, Territorial, Ambiental, Demográfica, Logística e Urbanística, por sua vez, foram desdobrados em mais subitens importantes para expor particularidades dos municípios e conhecer suas zonas de influência ao mesmo que tempo que explicam como alguns fatores vão interagir entre si, a exemplo de desafios ambientais, econômicos e demográficos.

 A importância do relatório que conclui a Fase 3 – Construção de Cenários e Visão de Futuro – está em conhecer os diferentes panoramas para os quais os 15 municípios devem olhar antes de pensar nas ações de médio e longo prazo, considerando o ano de 2035 como horizonte vislumbrado pelo Plano da Metrópole Paraná Norte.

O próximo passo, após coleta de feedbacks dos representantes dos municípios, será a apresentação de um plano de ação com propostas dirigidas ao poder público e entidades do setor privado. A conclusão do projeto da Metrópole Paraná Norte como um todo será em dezembro.

Apresentação no Fórum Desenvolve Londrina

A Terra Roxa apresentou no dia 13 de junho sua experiência aos integrantes do Fórum Desenvolve Londrina que neste ano discutem sobre a construção do Master Plan para a cidade. O conhecimento adquirido pela agência ajuda agora a apontar importantes pontos a serem considerados, como a colaboração entre entes público e a sociedade civil organizada. Ações em conjunto com estes representantes da sociedade são centrais para que as ações definidas sejam plenamente executadas.

Londrina está preparando um projeto para a consecução de seu próprio Master Plan, que ficará a cargo da Codel (Instituto de Desenvolvimento de Londrina). A sinergia entre poder público e outros membros da comunidade já existe, porém é importante considerar o contexto regional, inclusive no sentido de congregar as ações já previstas pelo Plano da Metrópole Paraná Norte, como recomendou o presidente da Terra Roxa, Valter Orsi.

Aproximação com a coordenação do Núcleo Regional de Londrina

 A Terra Roxa esteve em contato com Sandra Moya, a coordenadora do Núcleo Regional de Londrina, órgão ligado à Casa Civil do governo estadual e responsável por articular projetos e ações destinados a Londrina e região metropolitana.

Assim como os núcleos regionais de Maringá e Apucarana, o núcleo londrinense é de grande importância para que os diversos projetos em andamento na região norte sejam bem-sucedidos.

A Terra Roxa colocou-se à disposição da coordenadora e acredita que o trabalho em sinergia será primordial. Para o presidente da Terra Roxa, Valter Orsi, este alinhamento é essencial para que o trabalho em conjunto possibilite compartilhar oportunidades como também desafios.

Agenda:

15º. Seminário – Como Ingressar e Investir no Mercado Norte Americano – Estados Unidos (Mais informações)

Missão Motek Empresarial – Alemanha (Mais informações)

Missão Lisboa – Portugal (Mais informações)

Curso: Importação própria, conta e e ordem, de terceiros e por encomenda (Mais informações)

Curso: Introdução ao Comércio Exterior (Mais informações)

Missão:

”Ser um agente independente para atrair novos investimentos e promover negócios, integrando e desenvolvendo os setores econômicos da região Norte do Paraná”.


Caso não desejar receber mais este informativo, por gentileza responda esta mensagem com o assunto REMOVER.