Newsletter Maio/2018 – Terra Roxa tem participação ativa em atividades da ExpoLondrina voltadas ao desenvolvimento regional e muito mais!

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Newsletter Terra Roxa
Terra Roxa Investimentos

Número 84 – Maio de 2018

Terra Roxa tem participação ativa em atividades da ExpoLondrina voltadas ao desenvolvimento regional

A edição deste ano da ExpoLondrina foi mais uma vez um grande sucesso de público e movimentação financeira. Esta última registrou um crescimento de 20% em relação ao ano passado, atingindo R$ 684 milhões. Foi registrado 557.372 visitações.

A tecnologia teve grande destaque na programação técnica da ExpoLondrina, com um pavilhão dedicado ao tema, onde ocorreram a terceira edição do Hackathon Smart Agro. A Terra Roxa teve participação na organização do estande Londrina Internacional, que mostrou ao público os produtos produzidos em Londrina e região, retratando o cenário no qual os produtos locais são exportados para mais de 100 países. Também apoiou a realização da Rodada de Negócios Mulheres em Ação, e a Expo no Campo, que apresentou aos visitantes projetos inovadores implantados em propriedades rurais da região, por meio de visitas técnicas.

“A Terra Roxa está muito próxima e envolvida com este ambiente de desenvolvimento de tecnologia. Fomos convidados a participar, auxiliando com nosso know-how, e os eventos realizados foram muito bons”, avaliou o diretor executivo da agência, Alexandre Farina.

Palestra apresentou o mercado americano

 Outro importante evento realizado no Pavilhão Smart Agro foi a realização de palestras organizadas em parceria entre a TR, PEIEX, SRP e a Câmara Brasil-Flórida. A ExpoLondrina foi inserida no roadshow da Câmara. Este mesmo evento também foi realizado em Maringá, também com a parceria do PEIEX, na Casa da Indústria da FIEP.

 “O evento trouxe informações interessantes e estratégicas para empresários interessados em atuar no mercado americano”, informou Farina. Mais de 150 pessoas em toda região participaram e puderam conhecer mais sobre a legislação, ambiente econômico, cultura, oportunidades de mercado, requisitos para admissão nos EUA, entre outros temas importantes para quem tem o objetivo de acessar o mercado americano.

Parceiros lançam plataforma de tecnologia do agronegócio

 Representantes dos três mais atuantes ecossistemas de Agritech, ambientes voltados ao desenvolvimento de soluções tecnológicas para o agronegócio, lançaram oficialmente, durante a ExpoLondrina, a Agtech Brasil. Trata-se de uma plataforma digital nacional criada para interligar agentes envolvidos com tecnologia aplicada ao setor rural de todo o País. A iniciativa é dos ecossistemas SRP Valley, de Londrina, Agtech Valley, de Piracicaba (SP), e Agrihub, de Cuiabá (MT).

A plataforma já está operando. O endereço é www.agtechbrasil.com. Os usuários da Agtech Brasil serão startups, empresas ligadas ao agronegócio, investidores, mentores e instituições de todo o País. A proposta dos responsáveis é que a plataforma seja uma ferramenta de compartilhamento de conhecimentos e potencializadora de negócios e soluções tecnológicas.

Para a Terra Roxa, o lançamento da plataforma mostra o potencial do setor na região. “O uso da tecnologia, hoje, é um grande aliado do agronegócio e temos, na nossa região, um ambiente altamente capacitado neste segmento”, comentou Valter Orsi, presidente da agência.

Delegação do Paraguai é recebida na ExpoIngá

 A Exposição Agropecuária e Industrial de Maringá, outro grande evento realizado na região de atuação da Terra Roxa, foi palco para a recepção da delegação paraguaia, que visitou o Norte e Noroeste do Estado. Toda a agenda, que também incluiu reuniões com os Sinduscons Noroeste e Norte, e visita à Unicesumar, onde foi recebida pelo vice-reitor, Wilson Matos Filho, foi organizada pela Terra Roxa.

Integraram a comitiva o governador do Departamento de San Pedro, Carlos Giminez, o diretor de investimentos do Ministério da Indústria e Comércio do Paraguai, Carlos Paredes Astigarraga, o deputado federal Freddy D’Ecclesiis, e o deputado estadual Osvaldo Speranza.

Na avaliação do diretor-executivo da agência, Alexandre Farina, a comitiva teve excelente interação com a diretoria da Sociedade Rural de Maringá e sua presidente, Maria Iraclésia de Araújo; com expositores e várias tratativas foram iniciadas. A comitiva demonstrou especial interesse pela ovinocultura.

No Sinduscon Nororeste, a comitiva foi recepcionada pelo presidente Marcos Pena de Araújo e diretores e iniciada discussão para organização de uma missão específica do setor para a região de Assunção e província de São Pedro. A Terra Roxa está organizando a missão, em parceria com Sinduscon Noroeste e Norte do Paraná; Centro Internacional de Negócios, da Fiep; e Sebrae.

 “A missão deverá ser bem representativa, com cerca de 30 empresas. Na reunião ficaram evidentes as excelentes oportunidades para a construção civil no Paraguai”, informou Farina.

A visita da delegação se estendeu a Londrina, onde foi realizada palestra em parceria com Peiex para aproximadamente 100 empresários, nas dependências do Iapar. Os participantes também mostraram muito interesse por negócios com o Paraguai.

Fórum Internacional

A ExpoIngá sediou o Fórum Internacional, com a participação de mais de 200 empresários. A realização do Fórum também recebeu apoio da Terra Roxa. Na ocasião foi apresentada a palestra sobre “Agronegócio e mercado mundial: trajetória, desafios e oportunidades”, proferida pelo sócio da PwC Brasil e responsável pelo agronegócio na região Sul, Adriano Machado. Também foi abordado o tema “Abrindo mercados no exterior”, apresentado pelo consultor internacional sênior, Paulo Cesar Amanthéa. “O Fórum já se tornou um evento tradicional para os empresários e profissionais de Maringá e região interessados no mercado internacional e traz temas atuais e pertinentes que auxiliam no acesso ao mercado externo nos mais variados ramos de negócios”, avalia Daiane Marsola, do Instituto Mercosul.

Posse nova diretoria da Acim

Os presidentes dos Conselhos Administrativo e Fiscal da Terra Roxa, Valter Orsi e George Hiraiwa, respectivamente, representaram a entidade na solenidade de posse da nova diretoria da Acim, no final de abril. Também o presidente da Acil, Cláudio Tedeschi esteve presente.

 A Acim é importante parceira da Terra Roxa desde sua fundação, caminhando, até hoje, lado a lado numa busca comum do desenvolvimento da região. “Desejamos aos novos diretores muito sucesso. A Acim é uma entidade de grande representatividade e o seu trabalho é essencial para o fortalecimento da economia de Maringá e para o constante fortalecimento da Terra Roxa”, comentou Orsi.

O novo presidente é o empresário Michel Felippe Soares, que substitui José Carlos Valêncio, ex-presidente da Terra Roxa, e que passa a ocupar a presidência do Conselho Superior da entidade. A primeira vice-presidência é ocupada por Wilson Matos Silva Filho e a segunda vice-presidência por Mohamad Ali Awada Sobrinho.

Michel Felippe Soares é CEO do grupo Patrimonium Alltech, que atua na área de segurança eletrônica e rastreamento veicular.

Presidente do Conselho Fiscal da TR assume Seab

 O presidente do Conselho Fiscal da Terra Roxa, George Hiraiwa, que é empresário e engenheiro agrônomo, assumiu a Secretaria de Estado da Agricultura e Abastecimento, levando para a pasta toda sua experiência na área de tecnologia.

“A governadora Cida Borghetti fez uma feliz escolha. O George é um dos grandes nomes do agronegócio, é uma pessoa que vem, ao longo dos anos, se dedicando fortemente a esse ambiente do agro com tecnologia de ponta, inovação, agricultura de precisão”, comentou o presidente da TR, Valter Orsi.

Para ele, Hiraiwa é uma das pessoas mais bem preparadas no Paraná na área, estando à frente de diversas startups com foco no agronegócio e transita como poucos entre os ecossistemas de inovação de vários Estados. “Ele é uma pessoa extremamente atualizada. Temos certeza que com essa bagagem que ele tem, apesar do período curto de sua gestão, terá condições de deixar uma nova visão do agro para o Paraná, podendo estruturar esse ambiente de inovação e trazendo uma nova perspectiva para o setor”, completou Orsi.

Hiraiwa foi, entre outras iniciativas, o idealizador do primeiro hackathon do Brasil voltado para o agronegócio. A maratona envolve programadores, hackers, desenvolvedores e inventores para buscar soluções tecnológicas para o setor. O evento acontece desde 2016 na ExpoLondrina e resultou na criação da SRP Valley, um ecossistema de inovação que reúne a Sociedade Rural do Paraná e entidades como o Instituto Agronômico do Paraná (Iapar) e o Sebrae com a proposta de apoiar projetos tecnológicos e startups do setor do agronegócio.

Seminário debateu o desenvolvimento Regional

A Terra Roxa teve participação na realização do Seminário Regional para o Desenvolvimento Integrado do Vale do Ivaí, realizado em abril, em Apucarana. O evento contou com a participação de mais de 120 pessoas, entre prefeitos, secretários municipais, representantes do governo do Paraná, entidades de classe e universidades, além de lideranças empresariais.

O objetivo do encontro foi mapear as oportunidades no território composto por 26 municípios e promover o crescimento da região. “Trata-se de uma região com muitas oportunidades e o desenvolvimento regional é o foco da Terra Roxa, que trabalha para estimular essa perspectiva de crescimento, convergindo os projetos de bem comum”, ponderou Alexandre Farina. A partir das discussões realizadas no Seminário,  a Paraná Projetos e a Agência Paraná de Desenvolvimento criarão um cronograma de trabalho que incluirá um plano de ação para atuar no território. O Sebrae/PR e a governança do território vão desmembrar as temáticas em câmaras técnicas para começar a desenvolver as ações de integração.

O presidente da Associação dos Municípios do Vale do Ivaí (Amuvi) e prefeito de Apucarana, Beto Preto, informou que, dentro de seis meses a um ano, terão um diagnóstico fechado que poderá proporcionar novas oportunidades para a região.

A Terra Roxa também acompanha a iniciativa, com o objetivo de colaborar e utilizar os indicativos dos estudos para embasar as atividades e apoiar projetos de desenvolvimento socioeconômico que possam ser empreendidos no Vale do Ivaí.

Agenda de cursos e eventos*:

– 20 de junho – Workshop Crescendo Além das Fronteiras – Londrina (CIN)

– 26 e 27 de julho – Importação Própria – Londrina (ACIL)

– Agosto – Mecanismos de Financiamento às Exportações – Londrina e Maringá (CIN)

– 09 de agosto – Importação Passo a Passo – Vídeo Conferência (CIN)

– 22 de agosto – Introdução ao Comércio Exterior – Vídeo Conferência (CIN)

– 21 de setembro – Inovação para Internacionalização – Vídeo Conferência (CIN)

– 05 de outubro – Tributos Aduaneiros – Vídeo Conferência (CIN)

– 18 de outubro – Alimentos e Bebidas: Implantação de Normas Nacionais e Internacionais para a Exportação – Vídeo Conferência (CNI)

– 07 de novembro – Analista Junior Siscoserv – Vídeo Conferência (CIN)

– 23 de novembro – Classificação Fiscal de Mercadorias – Vídeo Conferência (CIN)

– 05 de dezembro – Calculando o Custo da Mercadoria Importada – Vídeo Conferência (CIN)

*Sujeito a alterações sem aviso prévio. Pedimos a gentileza que acompanhe o website das respectivas instituições promotoras.

Missão:

”Ser um agente independente para atrair novos investimentos e promover negócios, integrando e desenvolvendo os setores econômicos da região Norte do Paraná”.


Caso não desejar receber mais este informativo, por gentileza responda esta mensagem com o assunto REMOVER.